E se fosse obrigatório todas as ofertas de emprego terem o salário?

Os candidatos querem saber os salários antes de concorrerem às ofertas de emprego. Mas as empresas resistem a fazê-lo.

Questionei no meu LinkedIn por que razão as empresas portuguesas não divulgam os salários para as ofertas que colocam.

Obtive mais de 100 mil visualizações e cerca de 200 comentários. A grande maioria das pessoas respondeu que, pelo menos, um intervalo salarial já seria bastante útil.

No meu grupo de emprego no Facebook (Emprego-Coimbra-Portugal) também abordei essa questão. Uma vez que em propostas de emprego via muita gente a pedir nos comentários "mais informações".

Criei uma poll para os membros responderem sobre quais consideravam ser as informações mais importantes de obter. As respostas mais votadas foram “horário e salário”.

poll-facebook

Fomos culturalmente educados a enfrentar os processos negociais de uma forma cautelosa. A não anunciar os nossos pontos fracos antes de um primeiro encontro. Assusta revela-los.

A estratégia empresarial portuguesa passa por omitir. Dar apenas a conhecer o salário na altura da entrevista. Quando já houve oportunidade de criar algum tipo de relação.

Em Portugal só uma pequena percentagem de empresas é que revela os salários antes da entrevista. Se formos para outros países os salários são logo indicados no anúncio.

Na Noruega, onde eu estive a residir cinco meses, os salários estavam todos explícitos. E todos os lucros da empresa podem ser vistos em sites de acesso público. Até mesmo o ordenado do CEO e de todos os administradores estava visível!

Na minha opinião, as empresas portuguesas deveriam publicar pelo menos um intervalo salarial. Desta forma o recrutamento seria mais transparente. Evitaria perdas de tempo de ambas em partes.

Os recrutadores que filtrariam melhor os seus candidatos. E aos candidatos que evitariam ter custos com deslocações para entrevistas. Seria uma boa forma de economizar tempo e dinheiro. Não só para quem recruta mas para quem se candidata.

Deveria, no meu entender, existir uma lei que obrigasse a colocar o salário nas ofertas de emprego.

Acredito que a transparência é a melhor solução para termos os melhores profissionais.