6 melhores bootcamps de programação em Portugal para 2019

Comparamos os melhores cursos de programação que existem em Portugal. Descobre o bootcamp mais indicado para ti.

Os bootcamps de programação podem ser uma óptima escolha. Tanto para pessoas que ambicionam vir a trabalhar na área de IT, como para profissionais que já estão no sector, mas querem aprender novas tecnologias.

Se tens experiência e procuras um bootcamp mais avançado a ReactJS Academy pode ser o mais adequado. Se preferes Ruby então a Le Wagon pode ser a escolha certa. Se pretendes ter parte da formação no exterior podes ver o curso da Wild Code School.

Ou se não resides em Lisboa tens mais localizações disponíveis na <Academia de Código_>. Se procuras part-time então vê a oferta da Ironhack ou Eddisrupt. Como já deves ter percebido há oferta para todos os gostos.

Mas se no teu caso ainda não tens a certeza se trabalhar com tecnologia é realmente aquilo de que gostas, o melhor conselho que te podemos dar é experimentares alguns cursos online gratuitos em primeiro lugar.

Wild Code School

Logotipo da Wild Code School

A Wild Code School, fundada em 2014 em França, é uma rede europeia de escolas que oferece um programa de formação de cinco meses para aprender a programar.

Morada: Rua do Conde de Redondo 145 2º andar, 1150-104 Lisboa.

Intervalo de preços: 5000€.

Duração dos cursos: 18 semanas - 720 horas.

Condições de acesso: Ser maior de 18 anos. Tens de passar o processo de selecção que são exercícios e tutoriais de html.

Regimes disponíveis: Março full-time e Setembro part-time.

Cidades onde o bootcamp está disponível: Lisboa.

Tecnologias: Foco em Javascript mas abrange HTML, CSS, React, Redux, Node, SQL, NoSQL, GIT.

Diferenciador: Ênfase nas soft-skills e durabilidade do bootcamp permitindo trabalhar mais a fundo as hard-skills. Os alunos podem beneficiar duma rede europeia de 17 escolas e trabalhar projetos reais.

Permite também que no último mês de formação os estudantes possam frequentar outro país para cumprir a parte final do curso numa das escolas da rede Wild Code School.

Emprego garantido após curso: Não, mas anunciam 90% de taxa de empregabilidade.

Website: https://wildcodeschool.com

Le Wagon

Logotipo da Le Wagon

A Le Wagon, fundada em 2013 em França, é um bootcamp de programação que ensina os alunos a desenvolver aplicativos web a partir do zero.

Morada: Rua do Conde de Redondo 91B, 1150-103 Lisboa.

Intervalo de preços: Alunos internacionais (5900€) / Alunos residentes locais (3900€).

Duração dos cursos: 9 semanas / 360 horas.

Condições de acesso: Entrevista, conclusão do curso de Ruby na Codecademy (9 horas) / Ruby quiz.

Regimes disponíveis: Actualmente apenas a full-time. A part-time começará a ser oferecido no final de 2019.

Cidades onde o bootcamp está disponível: Lisboa.

Tecnologias: Ruby, Ruby on Rails, Javascript, SQL, HTML & CSS, Git, SQL, React JS.

Diferenciador: Bootcamp classificado em primeiro lugar a nível global (Switchup + Course Report). Plataforma on-line com todas as palestras gravadas e de acesso permanente. Curso feito para iniciantes. Alunos que saem do bootcamp sabem 2 linguagens de backend. Mais de 4000 alumni no mundo (em Lisboa tem +250) e 27 campus internacionais.

Emprego garantido após curso: Não.

Website: https://www.lewagon.com

Ironhack

Logotipo da Ironhack

A Ironhack é uma rede global de ensino de programação de origem Espanhola e teve a data de fundação em 2013. Começou a operar em Portugal no fim de 2018 e caracteriza-se por promover a diversidade de género no meio informático.

Morada: Galerias de São Bento, Rua de São Bento 31, 1200-109, Lisboa.

Intervalo de preços: Full-time (6000€) / Part-time (7000€). 10% desconto para mulheres. Bolsa de estudo de 2000€ para dez locais residentes por cada bootcamp.

Duração dos cursos: O curso de full-time é 9 semanas + 1 semana “hiring week” e o de part-time 24 semanas + 1 semana “hiring week” (ambos com +400 horas de formação). A hiring week é uma semana de apoio com recrutadores e profissionais de RH.

Condições de acesso: Completar com sucesso o processo de admissão de 2 etapas: entrevista pessoal + entrevista técnica. E realizar um exercício 50 horas antes do início do bootcamp para que entres com já com conhecimentos básicos.

Regimes disponíveis: Full-time e part-time.

Cidades onde o bootcamp está disponível: Lisboa.

Tecnologias: HTML5, CSS3, JavaScript, Git, NodeJS, Express, MongoDB, MERN Stack.

Diferenciador: Serviço de carreira que tem equipa dedicada em cada cidade para dar apoio extra-aula aos estudantes (preparar entrevistas de emprego, currículos técnicos, perfil de LinkedIn ou GitHub) e encontrar os melhores parceiros e ofertas de emprego para os alunos. A Hiring Week tem +600 parceiros de recrutamento.

Podes frequentar um bootcamp numa cidade e participar numa Hiring Week noutra localização da rede Ironhack. Plano de estudos actualizado a cada trimestre. As alterações relevantes ocorrem a cada 12-15 meses (em 2015 usavam Ruby on Rails; em 2016 incorporaram Javascript para o backend + Angular; em 2018 atualizaram para React).

Emprego garantido após curso: Não, mas anunciam 90% de taxa de empregabilidade nos 3 meses após o bootcamp.

Website: https://www.ironhack.com

<Academia de Código_>

Logotipo da Academia de Código

A <Academia de Código_> é uma start-up portuguesa fundada em 2014. Tem como objectivo dar formação na área de programação a desempregados ou pessoas que procuram fazer uma reconversão profissional.

Morada: Travessa de São Pedro, 8, 1200-432, Lisboa.

Intervalo de preços: Lisboa e Porto (6000€), Fundão (5000€, apenas pagos se arranjares emprego nos 12 meses seguintes; se o empregador for da região desconto de 50% = 2500€), Ilha Terceira (gratuito, para residentes locais desde que fiquem na ilha nos 12 meses após curso). Existem facilidades de crédito.

Duração dos cursos: 14 semanas, com uma média de aproximadamente 12 horas por dia, fins de semana incluídos.

Condições de acesso: Ser maior de 18 anos. Não são necessários conhecimentos prévios na área. Domínio do inglês é fundamental. Candidatura tem duas fases.

A primeira remota, o candidato terá que realizar um curso online de ciências da computação (Stanford's CS101), completar um tutorial de introdução ao JavaScript (Codecademy's "Introduction to JS") e resolver um desafio da <Academia de Código_>.

Na segunda fase, presencial, uma entrevista, aula de demonstração e novo desafio de programação. A candidatura é gratuita.

Regimes disponíveis: Full-time, iniciam-se às 9h da manhã.

Cidades onde o bootcamp está disponível: 4 campus em território nacional (Lisboa, Fundão, Praia da Vitória (Ilha Terceira) e Porto. Em todos os campus os cursos leccionado são exactamente os mesmos: um programa de 14 semanas intensivo de programador full-stack.

Tecnologias: Java, JavaScript.

Diferenciador: Para além das várias localizações geográficas destacam-se as parcerias estabelecidas localmente com instituições governamentais ou privadas.

Estas permitem a quem mas não tem condições financeiras de pagar o curso, conseguir um financiamento. É um bootcamp focado na programação permitindo aos alunos no futuro trabalhar em qualquer linguagem ou ambiente de desenvolvimento.

Emprego garantido após curso: Não, mas anunciam 96% de taxa de empregabilidade.

Website: https://www.academiadecodigo.org

ReactJS Academy

Logotipo da ReactJS Academy

A ReactJS Academy, criada em 2016, no Reino Unido, foi o primeiro Bootcamp especializado no ensino de React na Europa.

Morada: R. Cidade de Coimbra 193, 2775-180, Parede.

Intervalo de preços: 1970€ até 2450€. O preço vai subindo até data próxima do início do bootcamp.

Duração dos cursos: 1 semana (7 dias). O bootcamp é feito uma vez, a cada dois meses. Mas têm planos de executá-lo uma vez por mês.

Condições de acesso: Ser um programador JavaScript com +1 ano de experiência. Estar familiarizado com tecnologias front-end como CSS e HTML. Ter como objectivo tornar-se especialista em React JS através do ensino presencial com mentoria individual. Regimes disponíveis: Full-time.

Cidades onde o bootcamp está disponível: Lisboa.

Tecnologias: React, Redux, GraphQL.

Diferenciador: Não é um bootcamp para aprender a programar mas sim para profissionais com experiência. A ReactJS Academy refere que oferece aos alunos uma formação individualizada e de qualidade que não se consegue obter em cursos on-line.

Considera-se o bootcamp com o currículo mais atualizado para o ecossistema React (incluindo Redux e GraphQL). Tem ex-alunos a trabalhar em empresas como IBM, The Financial Times ou Net-a-Porter. O bootcamp inclui almoço.

Emprego garantido após curso: Não, mas têm parceiros, a quem recomendam alunos.

Website: https://reactjs.academy

Eddisrupt

Logotipo da Eddisrupt

A Eddisrupt tem como objectivo tornar os alunos full-stack developers em 24 semanas. Esta startup portuguesa é a mais recente da lista. Foi fundada em 2017.

Morada: Rua Portugal Durão, nº 56, 1º Esq. 1600-187, Lisboa.

Intervalo de preços: 2580€. Mas caso seja estudante, ou desempregado, tem direito a 48% de desconto (1350€). O pagamento pode ser dividido em 6x.

Duração dos cursos: 24 semanas, 336h presenciais, 3 aulas por semana. Fora as aulas, estima-se que o aluno se dedique no mínimo, em média, 3h diárias em casa.

Condições de acesso: Realizar o processo de desafios online que é colocado. Por norma, para uma pessoa que nunca tenha visto código, demora um mês a ser feito.

Regimes disponíveis: Part-time.

Cidades onde o bootcamp está disponível: Lisboa.

Tecnologias: JavaScript.

Diferenciador: Foi o primeiro Bootcamp a ter Node.js como principal tecnologia de Back-End em Portugal. Os fundadores, quando ainda eram estudantes universitários, candidataram-se a um dos Bootcamps existentes em Portugal.

Contudo, foram impossibilitados por constrangimentos financeiros e pelo tempo exigido (Full-Time). Daí surgiu a Eddisrupt que é focada em estudantes universitários e pessoas que pretendem aprender a programar, mas que não podem desistir do emprego.

Emprego garantido após curso: Não, mas anunciam 90% de taxa de empregabilidade.

Website: https://www.eddisrupt.com